Alianças em Ouro e Prata em Sete Lagoas / Minas Gerais

Uma joia única para você de Sete Lagoas / Minas Gerais

https://www.eternajoia.com.br/aliancas-em-ouro-e-prata-em-sete-lagoas-mg

A Eterna Joia, confecciona Alianças em Ouro e Prata e existe para realizar o sonho de todos os casais apaixonados e entregamos as suas alianças aí em Sete Lagoas - Minas Gerais. Para quem está namorando ou pretende ficar noivo ou se casar em breve, vai precisar da Alianças em Ouro e Prata perfeita e aqui na Eterna Joia você irá encontrar a aliança ideal desde um modelo mais básico ao mais sofisticado!

A Eterna Joia é especializada em fabricação de alianças de vários modelos em ouro ou prata, você escolhe é nós fabricamos. São anos fabricando Alianças em Ouro e Prata. Todas as nossas Alianças apresentam um alto padrão de qualidade e serão entregues em Sete Lagoas - Minas Gerais com todo o cuidado, carinho e segurança. São mais de 1.000 modelos desde um design básico à peças de Luxo. Todas as alianças segue com um certificado de autenticidade e garantia de fabricação que garante 100% a qualidade da joia. Nossa qualidade começa na fabricação, se estende ao atendimento até a entrega em sua cidade Sete Lagoas - Minas Gerais. Oferecemos entrega por PAC ou Sedex com Seguro para todo o Brasil.Todas as nossas peças são fabricadas em até 6 dias úteis após a confirmação do pagamento. A Eterna Joia, confecciona as mais lindas Alianças em Ouro e Prata. Todos as alianças fabricadas pela Eterna Joia Alianças em Ouro e Prata possuem o Certificado de Garantia Permanente sobre a autenticidade do ouro 18k 750 ou da prata 925 e das pedras. O certificado cobre qualquer defeito de fabricação. A Eterna Joia possui sua sede na cidade de Franca-SP interior de SP, todos os nossos modelos de alianças estão a venda exclusivamente pela internet, todos os modelos são fabricados sob medida para cada tamanho. Entregamos nossas Alianças em sua cidade Sete Lagoas - Minas Gerais ou em qualquer CIDADE e ESTADO do BRASIL com total segurança e rapidez e você receberá sua joia em seu endereço com total segurança.

Conheça um pouco mais sobre  Sete Lagoas Minas Gerais:

Gentílico: sete-lagoano

Histórico

Fernão Dias Pais, o "caçador de esmeraldas", acampou em Sumidouro, em 1667, e, prosseguindo em suas batidas, sertão adentro, descobriu minério argentífero no serrote das Sete Lagoas. Ali se demorou a bandeira, acerca da qual, pela primeira vez a história se refere à extensa planície coberta de lagos, a que os indígenas davam o nome de Vupabuçu.
Até meados do século XVIII, segundo consta, a região pouco progrediu. A fixação do homem ao solo só veio a ocorrer mais ou menos em 1750, quando a Coroa concedeu uma sesmaria de três léguas a Antônio Pinto de Magalhães, no local da atual cidade de Sete Lagoas. A sesmaria foi, mais tarde, transferida ao Padre Joaquim de Souza, em face do seu primeiro concessionário haver sido executado. Mais tarde foi doada a Antônio Carvalho de Figueiredo e, com o correr dos tempos, desmembrou-se em fazendas.
Em 1833, uma parte de Sete Lagoas pertencia a José Sarzedas; outra, a João Pereira da Rocha que, ao falecer, fez doação verbal da mesma a diversas pessoas, inclusive para criação da paróquia de Santo Antônio das Sete Lagoas, o que se verificou em 1841. Foi seu primeiro vigário o Padre Vicente de Paula-Eliziário.
Surgiram em torno da igreja várias casas e, a partir de 1880, o progresso começou a se fazer sentir.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Sete Lagoas, pela Lei Provincial n.° 211, de 07-04-1841, subordinado ao município de Santa Luzia do Rio das Velhas (mais tarde Santa Luzia).
Elevado à categoria de vila com a denominação de Sete Lagoas, pela Lei Provincial n.º 1.395, de 24-11-1867, desmembrado de Santa Luzia do Rio das Velhas. Sede na antiga povoação de Sete Lagoas. Constituído do distrito sede. Instalada em 27-11 de novembro de 1871.
Pela Lei n.º 2.106, de 01-1875, e Lei Provincial n.º 2.654 ou 2.664, de 30-11-1880, e Lei Estadual n.º 2, de 14-09-1891, é criado o distrito de Inhaúma e anexado a vila de Sete Lagoas.
Pela Lei Provincial n.º 2.402, de 05-11-1877, e Lei Estadual n.º 2, de 14-09-1891, é criado o distrito de Buriti e anexado a vila de Sete Lagoas.
Elevado à condição de cidade com a denominação de Sete Lagoas, pela Lei Provincial n.° 2.672, de 30-11-1880.
Pela Lei Estadual n.º 2, de 14-09-1891, é criado o distrito de Jequitibá e anexado ao município de Sete Lagoas.
Pela Lei Estadual n.º 556, de 30-08-1911, é criado o distrito de Fortuna e anexado ao município de Sete Lagoas.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído de 5 distritos: Sete Lagoas, Buriti, Fortuna, Inhaúma e Jequitibá.
Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.
Pelo Decreto-lei Estadual n.º 1.058, de 31-12-1943, o distrito de Buriti passou a denominar-se Andiroba e foi transferido do município de Sete Lagoas para o município de Esmeraldas (ex-Santa Quitéria).
No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 4 distritos: Sete Lagoas, Fortuna, Inhaúma e Jequitibá.
Pela Lei n.º 336, de 27-12-1948, são desmembrados do município de Sete Lagoas os distritos de Inhaúma e Fortuna, para constituir o novo município de Inhaúma. Pela mesma Lei acima citada, é desmembrado do município de Sete Lagoas o distrito de Jequitibá. Elevado à categoria de município. Ainda é criado o distrito de Silva Xavier sendo anexado ao município de Sete Lagoas.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 2 distritos: Sete Lagoas e Silva Xavier.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.