Alianças em Ouro e Prata em Cerejeiras / Rondônia

Uma joia única para você de Cerejeiras / Rondônia

https://www.eternajoia.com.br/aliancas-em-ouro-e-prata-em-cerejeiras-ro

A Eterna Joia, confecciona Alianças em Ouro e Prata e existe para realizar o sonho de todos os casais apaixonados e entregamos as suas alianças aí em Cerejeiras - Rondônia. Para quem está namorando ou pretende ficar noivo ou se casar em breve, vai precisar da Alianças em Ouro e Prata perfeita e aqui na Eterna Joia você irá encontrar a aliança ideal desde um modelo mais básico ao mais sofisticado!

A Eterna Joia é especializada em fabricação de alianças de vários modelos em ouro ou prata, você escolhe é nós fabricamos. São anos fabricando Alianças em Ouro e Prata. Todas as nossas Alianças apresentam um alto padrão de qualidade e serão entregues em Cerejeiras - Rondônia com todo o cuidado, carinho e segurança. São mais de 1.000 modelos desde um design básico à peças de Luxo. Todas as alianças segue com um certificado de autenticidade e garantia de fabricação que garante 100% a qualidade da joia. Nossa qualidade começa na fabricação, se estende ao atendimento até a entrega em sua cidade Cerejeiras - Rondônia. Oferecemos entrega por PAC ou Sedex com Seguro para todo o Brasil.Todas as nossas peças são fabricadas em até 6 dias úteis após a confirmação do pagamento. A Eterna Joia, confecciona as mais lindas Alianças em Ouro e Prata. Todos as alianças fabricadas pela Eterna Joia Alianças em Ouro e Prata possuem o Certificado de Garantia Permanente sobre a autenticidade do ouro 18k 750 ou da prata 925 e das pedras. O certificado cobre qualquer defeito de fabricação. A Eterna Joia possui sua sede na cidade de Franca-SP interior de SP, todos os nossos modelos de alianças estão a venda exclusivamente pela internet, todos os modelos são fabricados sob medida para cada tamanho. Entregamos nossas Alianças em sua cidade Cerejeiras - Rondônia ou em qualquer CIDADE e ESTADO do BRASIL com total segurança e rapidez e você receberá sua joia em seu endereço com total segurança.

Conheça um pouco mais sobre  Cerejeiras Rondônia:

Gentílico: cerejeirense

Histórico

Em 1875 os primeiros imigrantes chegaram a Cerejeiras, sua história teve início no século XVIII, com o acampamento fundado às margens do rio Guaporé, pelo capitão, Antônio Rolim de Moura. Este acampamento, posteriormente, foi ocupado por escravos, em sua maioria, fugidos de Vila Bela e passou a ser então um ponto de apoio à navegação do rio Guaporé.
O vilarejo ficou estagnado à margem da civilização durante quase dois séculos. Em 3 de janeiro de 1907 a colocação de um cruzeiro de bronze foi o marco, embora não existam registros, os moradores dizem que essa cruz foi levada pela família de um alemão que, em viagem pelo rio Guaporé, ali faleceu vitimado pela febre amarela.
Com a Segunda Guerra Mundial veio a necessidade do extrativismo da borracha, abundante na região amazônica, inclusive na localidade que marca os primórdios de Cerejeiras. Época de grande imigração nordestina para o local, os chamados soldados da borracha, que vinham para colaborar no esforço de guerra dos aliados.
Em 1943 foi construída uma pista de pouso para aviões Catalina que traziam e levavam os "soldados da borracha" nordestinos. Nesse ano que iniciou um processo de aumento da população com a instalação desses imigrantes. Com o fim da Segunda Guerra Mundial e o custo da borracha brasileira, foi diminuindo até sumir por completo. Da mesma maneira, o lugarejo, ficou estagnado até o início do processo de ocupação do Estado, a partir da década de 60.
Devido à existência de alguns aglomerados urbanos na região a as informações sobre a qualidade das terras, o INCRA, em 4 de outubro de 1973, criava o Projeto Integrado de Colonização Paulo Assis Ribeiro, implantado em 21 de agosto do ano seguinte na gleba Guaporé, onde se instalaram as primeiras famílias.
Uma precária estrada de penetração foi aberta seguindo a mesma direção proposta pelo Major, Alecariense Costa, nas margens da qual, e no final, agricultores postaram-se abrindo clareiras e plantando nas terras férteis. No Referenciado Projeto Integrado de Colonização Paulo Assis Ribeiro, inicialmente chamado de colorado, surgiu uma povoação no cruzamento da linha terceira, eixo com a linha três, onde existia a Fazenda Escondido. Início do núcleo urbano que deu início a atual cidade de Cerejeiras.
O Núcleo Urbano de Apoio Rural, que surgiu naquele local, recebeu o nome de Cerejeiras devido à existência em abundância da árvore que lhe empresta o nome, cuja madeira é utilizada na construção civil de luxo, carpintaria e construção naval.

Formação Administrativa

Elevado à categoria de município e distrito com a denominação de Cerejeiras, pela Lei Estadual n.º 71, 05-08-1983, alterado em seus limites pelo Decreto Estadual n.º 1.396, de 10-08-1983, desmembrado do município de Colorado do Oeste. Sede no atual distrito de Cerejeiras (ex-localidade de Cerejeiras). Constituído do distrito de 2 distritos: Cerejeiras e Pimenteiras, ambos criados pela mesma lei acima citado. Instalado em 30-12-1984.
Em divisão territorial datada de 1988, o município é constituído de 2 distritos: Cerejeiras e Pimenteiras.
Pela Lei Estadual n.º 645, de 27-12-1995, desmembra do município de Cerejeiras o distrito de Pimenteiras. Elevado á categoria de município com a denominação de Pimenteiras do Oeste.
Em divisão territorial datada de 2001, o município é constituído do distrito.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.